Blog

Aviso: concurso ‘cineastas digitais’

Estão abertas as inscrições para um concurso interessante: – XIV EDIÇÃO DO CONCURSO “CINEASTAS DIGITAIS” (3.º CEB e Ensino Secundário)

A edição deste ano tem como tema geral os “Direitos Humanos”. As abordagens temáticas e técnicas deverão ser diferenciadas em função das três categorias de vídeos previstas no regulamento, a saber:
· “Nano Vídeos” (duração inferior a 30 segundos e com requisitos técnicos elementares), cujo tema é “Direitos Humanos”;
· “Vídeo Curtas” (duração entre os 30 segundos e 3 minutos), cujo tema é livre;
· “Vídeo Narrativas” (duração entre os 3 e os 6 minutos, com uma estrutura que permita perceber uma história), cujo tema é “Direitos Humanos”.

Deixo o cartaz:

Cartaz do concurso. Mais info no site https://cineastas.ccems.pt/

Aviso

Por uns dias, o site vai estar em mudanças. Possivelmente com momentos offline. Apenas para mudança de template, que implica substituir imagens, alterar tamanhos, redefinir elementos internos e criar outros. Espero que no final fique mais apelativo.

Até já!

A sinestesia na poesia

Em um mini conto da Yvette Centeno. Um pouco a propósito do post anterior, Alfabeto colorido.

Um conto que me evoca aqueles momentos em que sinto estar perto de compreender quem vive num mundo muito próprio, num espectro especial. Este mini-mini conto bem poderia ser em tons de azul.

Era um menino especial: olhava, mas não falava.
Em cada palavra vista descobria algum sentido. Sentidos que tinham cor e ele não dizia a ninguém. Olhava, mas não falava.

Na cor que ninguém sabia estava todo o seu dizer.

REFERÊNCIA:
Blog Escrita Criativa | Mini-mini contos: O Menino.
de Yvette K. Centeno
Post às 4:22  do dia 6 de setembro de 2018.
edição: Glaciar, novembro de 2019
isbn: 9789898950260

Alfabeto colorido

E depois do Alfabeto Sonoro, nova descoberta: um site que correlaciona a letra à cor. Os autores pensaram nas pessoas sinestésicas que ao ver determinada grafia a associavam a coloridos e criaram um algoritmo muito engraçado.

As pessoas que “veem” ou associam letras e números a cores específicas têm a Sinestesia Grapheme-Color, e é a mais comum. Outras formas de sinestesia envolvem ver ou sentir notas musicais como cores ou texturas, tendo representações visualizadas do tempo e, em casos raros, até provando palavras.(Nélio Tinga, Desing Culture. Acesso em 20210102)

Experimente! Visite o site Synesthesia e descubra como é o seu nome em cores. E a partir daí, já viu o que pode fazer?

Continue a ler “Alfabeto colorido”